Raiz | Devocional 13

“Vocês ouviram o que foi dito: ‘Não adulterarás’. Mas eu lhes digo: qualquer que olhar para uma mulher para desejá-la, já cometeu adultério com ela no seu coração.” Mateus 5:27-28

O mandamento é simples, imperativo e reducionista. Não para o contexto a época, pois uma lei como essa seria, se preciso, julgada por um líder capaz de discernir situações que fugissem da simplicidade do seu enunciado. No entanto, Jesus aprofunda a questão. Assim como o “matar”, O adultério não tem origem na ação. Ou melhor, a advertência não deve ser com relação ao fato em sua consumação, mas nas suas raízes. Em outras palavras, Jesus diria: “Se você quiser evitar o adultério em sua vida, cuide dos seus olhos e dos seus desejos. Pois quando você começar a desejar uma mulher (ou um homem) saiba que o primeiro passo para o contato físico e sexual já foi dado. Assim, quando suas intenções forem atingidas pela volúpia do primeiro contato visual, comece o processo de arrependimento e restauração a partir dali. Corte o mal pela raiz.”

Anúncios
Esse post foi publicado em Devocionais sobre o Sermão do Monte. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s