Nana neném

“Em verdes pastagens me faz repousar e me conduz a águas tranqüilas;”
Salmos 23:2

A melhor imagem para entendermos o que este versículo comunica é a de um pai tentando fazer o filho dormir. A criança demonstra sinais visíveis de cansaço, mas em geral, não consegue adormecer sozinha. Sem colo, sem sono. Semelhante a um pai, Deus não nos diz que é uma boa hora para descansarmos e então espera que sigamos seu conselho. Ele nos faz deitar. Mas não é um deitar abrupto, repentino. É um fazer recostar, repousar. Lembro de uma história contada pelo pastor Osmar Ludovico em uma mensagem sua, na qual ele narrava um episódio onde um grupo de pastores estava reunido para uma palestra. Depois de alguns minutos, o preletor percebeu que pouco a pouco, a sua plateia ia adormecendo. Sensível ao cansaço visível daqueles homens, o preletor ao invés de acordá-los, deixou que dormissem e recuperassem o sono como dádiva do Pai. Há quanto tempo estamos lutando no colo de Deus enquanto ele tenta nos fazer deitar e perceber que o mar agitado pode se transformar em águas tranquilas bastando apenas um gesto seu?

Anúncios
Esse post foi publicado em Devocionais sobre o Salmo 23. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s